23/12/2011

Alguns trechos




O tempo passa... Mesmo quando isso parece impossível. Mesmo quando cada batida do ponteiro dos segundos dói como o sangue pulsando sob um hematoma.
Passa do modo inconstante, com guinadas estranhas e calmarias arrastadas, mas passa.
Até para mim!

Paula torres

2 comentários:

Larissa Gabrielle disse...

Muito lindo,você realmente escreve muito bem *_*

Paula Torres disse...

Obrigado . =D