02/11/2011

dias intermináveis

(respiração ofegante). Pois aqui se passa uma história que pode ser estarrecedora , e não sei se alguém teria coragem de lhe propor um final , seja qual for eu tenho apenas a intromissão de contar para você como tudo isso começou .

- Era um final de tarde em luxemburgo , uma pequena cidade não-identificada ainda , por sua localização .Nela morava uma pequena população, onde era possível contar os habitantes a dedo.O clima da cidade era frio ,  e nele permanecia uma neblina esfumaçada , nela havia substâncias estranhas,mas não-nocivas.Nos estantes que se passavam anoitecia calmamente , uma grande lua se formava sobre a fria noite de novembro em meados de 97 .Um ar sombrio passava por ali , o vento soprava muito forte e com muita nobreza , mas em meio a isso tudo havia apenas uma habitante que permanecia totalmente atenta e acordada naquela noite a Valentine megmonth , ela estava em casa sozinha . Em seu quarto, silêncio , mas parecia que só o corpo da garota estaria ali , pois sua alma parecia não mas habitar a fria pele que ela tinha.Sua alma estaria em outra dimensão ? Não. A menina estava ali sozinha , mas agora ela começará a chorar ,o motivo ? Não-explicado. A imensidão continuava , isso era apenas um ínicio de uma triste história , mas não se preocupe pois ela termina com o final feliz . Dias intermináveis , histórias intermináveis .

 Paula Torres

Nenhum comentário: